Psicologia organizacional: o que é e como aplicá-la na empresa

Ter funcionários motivados é uma forma de aumentar a produtividade da equipe e, consequentemente, ter melhores resultados na empresa. E para isso, a psicologia organizacional exerce um papel de extrema importância. 

A psicologia organizacional é a vertente da psicologia responsável por desenvolver práticas estratégicas para negócios e empresas.

Em um mercado cada vez mais necessitado de profissionais que atendem as demandas e possuem habilidades para desenvolver o trabalho, as adequações físicas e sociais precisam estar adequadas. 

A psicologia organizacional tem o papel de promover a qualidade de vida dos colaboradores, o que gera inúmeros benefícios para ambas as partes. Vamos entender melhor? 

O papel da psicologia organizacional nas empresas

Essa metodologia é a aplicação dos estudos da psicologia no contexto empresarial, promovendo uma melhor qualidade de vida para os colaboradores.

Quando os funcionários se sentem bem no ambiente de trabalho, eles produzem mais e com mais qualidade.

E isso envolve uma série de fatores, como: 

  • Respeito aos horários de pausa;
  • Segurança no ambiente;
  • Possibilidade de ser ouvido pelos colegas;
  • Respeito mútuo;
  • Boa relação com os gestores;
  • Acolhimento no grupo;
  • Ética profissional;
  • Entre muitos outros. 

E é papel da psicologia organizacional promover condições de boa convivência e que estimulem a produtividade, fazendo uma mediação entre os interesses empresariais e a qualidade de vida da equipe.

Como a psicologia organizacional atua nas empresas?

A psicologia organizacional pode ser aplicada em diversas operações, como recrutamento e seleção, treinamento corporativo, diagnóstico interno, análise do plano de cargos e salários, melhoria do clima e até mesmo contribuir na gestão de conflitos e na ergonomia.

Além disso, essa área da psicologia alinha os interesses da empresa às necessidades de seus funcionários. Como:

Recrutamento e seleção

O processo de recrutamento está cada vez mais tecnológico e estratégico. 

Antes de recrutar profissionais, deve ser feito um planejamento para atrair os melhores candidatos e garantir que a vaga seja preenchida de forma correta.

Um psicólogo organizacional é capaz de avaliar candidatos a nível comportamental, considerando, entre outros fatores, suas características pessoais. Isso ajuda a entender como eles seriam incluídos no contexto da empresa.

Com a capacidade de realizar essas análises de uma perspectiva profissional, recrutar profissionais criativos, empreendedores, bem-formados, proativos e que estejam mais alinhados com os valores e políticas da empresa fica mais fácil. 

Treinamento de colaboradores

Os novos colaboradores de uma empresa devem passar por um treinamento corporativo que os permita conhecer mais a fundo sobre o funcionamento das áreas organizacionais. O que conhecemos por onboarding

O psicólogo tem papel importante, ajudando os funcionários a se desenvolverem dentro da cultura organizacional. Isso garante que o colaborador siga o que a empresa preza para seu clima interno e alinhamento estratégico.

Gestão de conflitos

Conflitos podem acontecer dentro de um ambiente com diferentes personalidades, O psicólogo pode atuar de duas formas: com palestras periódicas sobre o assunto ou, até mesmo, atuando de forma ativa quando algum conflito ocorrer. 

Ele se posiciona de forma neutra para que o clima organizacional se mantenha saudável a todos.

Redução de turnover

A taxa de turnover alta representa muitos pontos negativos para uma organização, desde impacto financeiro até o estratégico. Essa alta rotatividade impede que projetos sejam desenvolvidos com bom desempenho, além de atrapalhar o alcance de metas. 

Sabemos que se o colaborador se sente excessivamente pressionado, sem suporte e isolado, a tendência é que ele busque uma empresa com um clima melhor.

Sendo assim, o papel do psicólogo organizacional é de extrema importância para manter o bom clima organizacional e diminuir a taxa de evasão. 

Orientação profissional

Fornecer um serviço de orientação profissional auxilia cada talento a entender em qual função seu perfil se encaixa melhor. 

Aqui, o psicólogo responsável pela orientação profissional pode ajudar cada indivíduo a entender a satisfação ou o descontentamento com o próprio trabalho, identificar perfis de liderança, orientar em uma transição de cargos ou até mesmo direcionar desligamentos. 

Avaliações e relatórios

O diagnóstico organizacional tem como objetivo compreender os motivos e antecipar possíveis conflitos que possam atrapalhar o rendimento da equipe. 

Por meio dele, é possível prever problemas, construir alternativas, elaborar planos de intervenção, avaliar e oferecer suporte ao time.

É a avaliação individualizada ou de equipes,  que contribui para a melhora do desempenho da empresa. Esse serviço pode ser utilizado tanto para a escolha adequada de profissionais no mercado (seleção), quanto para promoção interna de funcionários.

Como adotar a psicologia organizacional?

Para internalizar a psicologia organizacional, a empresa deve formar uma equipe com psicólogos organizacionais e profissionais de RH. Outra opção é contratar, eventualmente, as consultorias externas da área e realizar os processos de acordo com o que esse grupo definir. 

A psicologia organizacional é um setor estratégico para o empreendimento, fundamental para a tomada de decisões e para a manutenção da qualidade de vida na empresa.

Com um amplo leque de funcionalidades dentro da corporação, essa área da psicologia permite realizar análises mais precisas das variáveis ligadas aos colaboradores. 

Dessa forma, é possível impulsionar o crescimento e o desenvolvimento do negócio, empreendendo esforços para promover o bem-estar da equipe e maximizar a produtividade.

A aplicação da psicologia organizacional interfere na saúde física e mental dos colaboradores. Com um bom planejamento, isso se reflete em um consolidado valor agregado ao seu negócio! 

Website | + posts

Matérias relacionadas

Deixar comentario