Passo a passo: aprenda a fazer um plano de negócios para a sua empresa

O plano de negócios é o primeiro passo para uma empresa de sucesso! Montar um plano de negócios é a oportunidade de identificar oportunidades, entender seus concorrentes e conhecer seus clientes em potencial!

Muitos empreendedores podem pensar que montar um plano de negócios é uma tarefa difícil e requer inúmeras páginas.

Mas, muito pelo contrário, o plano deve ser o mais conciso possível e fornecer todas as informações relevantes para o negócio. E é o que você irá aprender neste artigo.

Mas afinal, o que é um plano de negócios e por que você deve ter um?

Como o próprio nome já diz, o plano de negócios é um documento que irá descrever seu negócio, os objetivos dele e os passos que devem ser dados para alcançá-los.

Nele, é possível demonstrar a viabilidade do seu empreendimento sob diversos pontos de vista, como: estratégico, mercadológico, operacional e financeiro.

Esse documento deve ser escrito e planejado a partir de pesquisa e análise de mercado, com informações e dados reais que irão te auxiliar no momento da criação do empreendimento.

Como este instrumento de planejamento, você vai ter uma noção prévia de como a empresa vai funcionar dentro da lógica do mercado, das questões técnicas necessárias para o funcionamento, do investimento e projeção de retorno financeiro e muitos outros aspectos. Algumas das suas vantagens são:

  • Elabore simulações de cenários favoráveis e não favoráveis;
  • Esteja melhor preparado para adversidades;
  • Realize um acompanhamento corporativo de maneira mais eficiente;
  • Verifique a necessidade de novos investimentos.

Agora que você já sabe o que é um plano de negócios e a importância dele para montar um empreendimento de sucesso, está na hora de conhecer os passos para a elaboração de um.

Montando um plano de negócios para sua empresa

Conhecer o ramo de atividade, definir produtos e analisar o local de estabelecimento constituem algumas medidas que o empreendedor tem de levar em consideração na hora de montar o seu negócio.

Para começar a montar o plano, usaremos informações que constam no guia digital Como elaborar um plano de negócios, disponibilizado virtualmente pelo Sebrae, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.

Confira o passo a passo de cada uma delas e quais informações devem estar contidas em cada parte:

Sumário executivo

Este é um resumo do plano de negócios. Pode conter:

  • Dados dos empreendedores;
  • Resumo dos dados do empreendimento;
  • Missão da empresa;
  • Setor ou setores de atividade;
  • Forma jurídica;
  • Enquadramento tributário;
  • Capital social;
  • Fontes de recursos.

Análise de mercado

Aqui entram as pesquisas para entender o mercado, a concorrência e o seu posicionamento, como:

  • Estudo de clientes;
  • Análise concorrentes;
  • Pesquisa de fornecedores.

Segmentação de clientes

Com certeza essa é uma das etapas mais importantes do seu plano, pois sem clientes não há vendas, certo? Os clientes são aqueles que vão consumir seu produto ou serviço, e para chegar até eles você precisa conhecer quem eles são e quais são os seus hábitos de compra.

Análise da concorrência

Os concorrentes são aqueles que atuam no mesmo ramo que você e, em caso de estabelecimentos físicos, em localização próxima a sua.

O primeiro passo para realizar a análise da concorrência é verificar alguns pontos fortes e fracos e realizar comparações com o que está planejado para o seu empreendimento.

Análise de fornecedores

A terceira e última parte da análise de mercado é o estudo de fornecedores. Os seus fornecedores serão aqueles que irão disponibilizar matéria-prima, equipamentos e outros bens necessários para o funcionamento do seu negócio.

Pesquise contatos pela internet, catálogos ou sindicatos e mantenha sempre uma lista atualizada e diversificada de fornecedores, assim, você poderá fazer comparações e decidir qual será o melhor custo-benefício para sua empresa.

Plano de marketing

Essa etapa é essencial para compreender e explorar possibilidades de divulgação do negócio, do produto ou serviço. São eles:

  • Descrição do que a empresa vai vender;
  • Preços;
  • Estratégias de promoção e divulgação;
  • Estrutura para a venda;
  • Localização do empreendimento.

Um bom plano de marketing já te dará um panorama de como serão as vendas e o que você pode fazer para impulsioná-las

Plano operacional

Aqui você determina, na prática, como será a operação do negócio:

  • Estrutura física
  • Capacidade de produção e prestação ou venda do produto ou serviço
  • Processos e níveis operacionais
  • Necessidade de recursos humanos.

Plano financeiro

Esta é a etapa essencial para compreender a viabilidade de abertura, manutenção ou expansão do negócio. Deve conter, entre outros:

  • Investimento total;
  • Estimativa de investimentos fixos;
  • Capital de giro necessário;
  • Estimativa do faturamento mensal;
  • Estimativa do custo unitário de matéria-prima;
  • Estimativa dos custos de comercialização;
  • Apuração do custo dos materiais diretos e/ou mercadorias vendidas;
  • Estimativa dos custos com mão de obra;
  • Demonstrativo de resultados;
  • Indicadores de viabilidade;
  • Ponto de equilíbrio;
  • Lucratividade;
  • Rentabilidade;
  • Prazo de retorno do investimento.

Para escrever o plano financeiro, pense no custo de tudo que você já escreveu até agora: matéria-prima, fornecedores, equipamentos, estabelecimentos físicos, domínios e hospedagem de lojas online, salários, marketing, etc.

O resultado disso tudo, apresentado em números, será o seu plano financeiro. Com ele, você terá uma noção do investimento total do seu empreendimento.

Análise de cenários e avaliação do seu plano de negócios

Esta etapa é importante para construir simulações e projetar respostas a diferentes situações, a fim de visualizar na prática o que vai ocorrer com a empresa em variados cenários.

Antes de finalizar, é preciso realizar uma avaliação do seu plano de negócios para avaliar o que está previsto e ter a certeza de que nada está faltando.

Agora cabe a você avaliar com o plano de negócios se o seu empreendimento tem condições de abrir, se manter ou se expandir. Com todas as informações angariadas nos tópicos anteriores, você terá melhores condições de tomar essa decisão.

Modelos disponíveis de um plano de negócios

Precisa de uma diretriz para organizar seu projeto? Não se preocupe. Além do guia mencionado anteriormente, temos duas indicações de recursos para a montagem do mesmo. São elas:

  1. Modelo de plano de negócios: O Sebrae disponibiliza um arquivo completo para organizar seu plano de negócios de forma eficiente e descomplicada. Ideal para marinheiros de primeira viagem;
  2. Sebrae Canvas: um app bastante interessante e de interface simples, com suporte para desktop ou mobile, em iOS ou Android.

Há ainda softwares pagos, que prometem utilizar inteligência e dados de mercado para oferecer respostas mais assertivas a suas ideias de negócio.

Conclusão

Lembre-se que além de te ajudar a se organizar e administrar a sua empresa de forma competente, o plano de negócios é um documento importante para atrair investidores e possíveis sócios, por essa razão, tudo deve estar bem estruturado, explicado e coerente.

Em poucas páginas, você consegue traçar planos de curto, médio e longo prazos, sem atropelos e com os pés no chão. Aproveite e comece seu plano de negócios agora mesmo!

Website | + posts

Matérias relacionadas