O que é e-learning? Quais os benefícios e como aplicá-lo

Em algum momento, você já escutou o termo “e-learning”?

Pode até parecer difícil, mas o seu significado o torna simples. Em resumo, é usado para identificar algo que é feito de forma eletrônica.

Se “learning” significa “aprendizagem” em inglês, portanto, estamos falando de uma maneira eletrônica de aprendizado, usando vídeos, animações e outros recursos, como videoaulas transmitidas pela internet.

Por mais inovador que pareça, o e-learning vem se consolidando a cada dia como uma opção viável no mundo corporativo. De acordo com a pesquisa Panorama do Treinamento no Brasil, divulgada em 2019, 62% das empresas brasileiras já fazem uso dessa modalidade de ensino para desenvolver seus colaboradores.

Vamos entender melhor sobre ele, quais seus benefícios e como sua empresa pode se beneficiar?

Primeiramente, o que é e-learning?

E-learning é uma modalidade de ensino a distância que utiliza recursos tecnológicos para transmitir conteúdos e estimular a autoaprendizagem.

E para entender o que é e-learning nas empresas, é preciso compreender, antes de mais nada, que estamos falando de uma modalidade de educação essencialmente virtual e pautada no autoaprendizado.

Isso significa que por meio desses ambientes virtuais, é possível simular salas de aula online. Onde os alunos podem interagir entre si e com seus instrutores, assim como tirar dúvidas e repassar conhecimento.

Modelos de e-learning

Ainda que e-learning seja um método digital de ensino, precisamos deixar claro que o orientador ainda tem um papel importante no processo de aprendizado.

Porém, dependendo do tipo de conteúdo passado nas trilhas de aprendizagem e do objetivo da organização ao implantar um método e-learning, pode ser que não sejam necessários durante todo o processo.

Os estilos síncrono e assíncrono de e-learning ilustram bem essa relação

Síncrono

No estilo síncrono de e-learning, o orientador ministra a aula em tempo real, por meio de webconferências, telefonemas, entre outros canais de comunicação ao vivo, onde há contato direto entre professor e aluno.

Assim é possível que dúvidas sejam sanadas em tempo real, deixando o aprendizado mais imediato.

Assíncrono

O estilo assíncrono, por outro lado, consiste na aplicação de treinamentos sem a presença de um orientador. O modelo de ensino e-learning preza pela autonomia do colaborador, então é comum que as empresas optem pelo treinamento independente.

Ainda assim, fóruns e e-mail estão sempre à disposição para qualquer dúvida que possa aparecer.

Por que o e-learning é importante para as empresas?

Primeiramente, porque ele possibilita a realização dos treinamentos mesmo em casos de rotinas corridas ou de orçamento limitado. E isso, a médio prazo, traz retornos significativos.

Em segundo lugar, o e-learning é uma ferramenta importante porque desempenha função dupla nas corporações: além de desenvolver o time, também é um excelente termômetro para acompanhamento de cada etapa da carreira profissional de um colaborador.

Separamos alguns benefícios:

  • Reduz custos de locação de espaço, logística, viagens, contratação de profissionais e equipamentos;
  • Possibilita a realização de treinamentos personalizados de acordo com a necessidade do grupo de colaboradores;
  • É um processo de rápida formulação e execução;
  • Possibilita a mensuração dos resultados do curso com base nas estatísticas de frequência e aproveitamento nos exames;
  • Permite um ritmo de aprendizagem fluido e coerente com a realidade de cada colaborador;
  • Viabiliza a criação de uma base de dados com os cursos já ministrados.

Mas então, como sair apenas da teoria e aplicar na prática?

Aplicando o e-learning na prática e vendo resultados

A melhor forma de entender o quão prático e simples é o funcionamento de um e-learning é fazendo uma rápida comparação com um treinamento presencial.

Em um treinamento presencial, seria necessário uma série de passos e recursos para ser executada, como um espaço físico adequado, datas e horários viáveis e um planejamento de aulas.

Em um curso aplicado em e-learning, é preciso de apenas 3 itens:

  1. Planejamento para criação e desenvolvimento do curso;
  2. Plataforma LMS (Learning Management System — ou sistema de gestão do aprendizado) para hospedar o curso e oferecer todas as funcionalidades de uma sala de aula;
  3. Acesso para os colaboradores e gestores.

Com esses três simples itens, sua empresa consegue disponibilizar um treinamento de alto nível para os funcionários, economizando recursos e ganhando muito em praticidade!

Como você pode ver, e-learning é um método de ensino completamente digital que, além de economizar tempo e dinheiro, traz autonomia aos colaboradores e o acúmulo de capital intelectual. Pronto para aplicar?

Website | + posts

Matérias relacionadas