Conheça o onboarding

Tudo começa antes mesmo do primeiro dia

 

O processo deve começar antes mesmo do primeiro dia do novo colaborador, ainda durante o processo de recrutamento e o processo de admissão.

É importante que a empresa explique tudo antes mesmo de realizar as entrevistas. A organização deve, ao  anunciar uma nova vaga em seu time, inserir o máximo de informação sobre o trabalho, o ambiente, a cultura organizacional, entre outros dados importantes.

Dessa forma, as pessoas interessadas já irão preparadas para o momento da entrevista. Os candidatos já saberão bastante coisa sobre a empresa.

Isso poderá ajudar na atração dos candidatos mais engajados com os objetivos e a cultura de alta performance da sua empresa. 

No primeiro dia…

 

Como já citamos no começo deste artigo, o primeiro dia pode ser bem assustador para grande parte dos profissionais. Por isso, um onboarding de funcionários bem-sucedido pode amenizar essa situação. 

Aqui, é fundamental evitar jogar um calhamaço de informações em cima do novo colaborador: ele provavelmente não se lembrará de tudo. Então, com um plano de onboarding efetivo, você deve apresentar informações básicas de uma forma fácil de serem compreendidas.

Entendeu melhor a necessidade do onboarding para apresentar a sua empresa aos novos funcionários?

 

É preciso dar continuidade 

 

Todo processo deve ter seu começo, meio e fim. No onboarding da sua empresa, isso não pode – e não deve- ser diferente. 

O Onboarding envolve todo o processo de admissão, recrutamento e capacitação de um colaborador. 

Ele já conhece a sua empresa, certo? Mas é apenas disso que é preciso para que ele sinta-se em um ambiente passível de crescimento? 

Por isso é preciso dar continuidade no processo de aprendizagem, independentemente na área de atuação ou há quanto tempo ele está em sua empresa. 

Uma das opções mais utilizadas é o investimento em educação corporativa. Vamos falar um pouco mais sobre esse tema no próximo tópico. Continue a leitura para entender. 

 

Mas o que o onboarding tem a ver com a educação corporativa?

 

Grande parte do processo de onboarding envolve a realização de treinamentos e cursos. Uma pequena parcela está relacionada a eventos de relacionamento, como boas-vindas, apresentação e integração. Então, é muito importante implementar estratégias de educação corporativa nesse processo.

Desta forma, a empresa poderá otimizar a etapa de aprendizagem e fazer com que os novos funcionários tenham acesso a um conteúdo personalizado e de qualidade. Assim, é possível compartilhar as informações necessárias para uma integração completa com o novo ambiente de trabalho.

É possível fazer isso por meio de workshops, palestras, reuniões, aulas teóricas e práticas e até mesmo utilizando outros meios de educação corporativa, como aulas online e ensino EAD.

 

A tecnologia aplicada a esse processo

 

A tecnologia pode ser implementada na educação corporativa e no processo de onboarding por meio de diversas ações, como por exemplo:

 

  • Realizar um tour virtual pela organização;
  • Simular equipamentos e programas que o funcionário poderá usar;
  • Promover conteúdos em diferentes formatos;
  • Personalizar os cursos de onboarding de acordo com o perfil ou a função dos novos funcionários;
  • Avaliar o conhecimento absorvido pelos colaboradores;
  • Pedir feedbacks aos funcionários sobre a ferramenta e os cursos.
  • Além disso, existem técnicas de gamificação e vídeos para treinar as equipes e instruí-las de maneira mais interativa e divertida às atividades e à rotina da empresa.

 

Assim, os colaboradores podem se tornar mais engajados e produtivos, pois sabem que terão melhores oportunidades ao se desenvolverem intelectualmente e profissionalmente dentro da sua empresa.

Não deixe de acompanhar o blog da Plantar Educação, em breve falaremos mais sobre os processos de onboarding para novos funcionários, com dicas de quem já passou por esse processo e teve sucesso com o uso da educação corporativa. 

Website | + posts

Matérias relacionadas

1 comentário

Comentários fechado